quinta-feira, novembro 08, 2012

Muito Estimada Srª Merkel


 (Carta privada, embora enviada sem franquia por razões evidentes...)
Espero que esta a encontre de saúde e de mala aviada para nos visitar o mais breve possível.

Por cá a ansiedade é grande, e só espero que os casaquinhos que lhe enviei no verão ainda lhe sirvam. A nós, tudo nos serve outra vez, pois estamos em dieta e com saudades de um governo que tenha mão nisto..., como calcula, dada a sua experiência de juventude comunista.

Escrevo-lhe, não para lembrar que os casaquinhos podem ser alargados - mandei-os fazer já com algum pano a mais: Os chineses vendem-no ao preço da chuva! Não, não me agradeça, eu, o que tenho enviado é por a ver tão apertadinha visto, para mim, bastou mandar fazer é mais furos no cinto! Estou na espinha!
Quero é agradecer-lhe encarecido a sua preocupação com o nossa necessidade de agora começarmos a crescer! Eu esperava há meses que a UE não deixasse de se lembrar dessa outra necessidade que é manter-nos vivos o tempo suficiente para irmos produzindo na AutoEuropa e na Siemans, que os ursos de peluche, "Made in Germany", esses, já estão a emigrar para onde houver petróleo. Nós, petróleo temos, mas é de importação. Senão, como havíamos de andar nos BMW e Mercedes e os Audi, que são as meninas dos seus olhinhos, não é? E pelas autoestradas que em tão boa hora nos mandaram construir em 2009, lembra-se? "Invistam e não liguem ao déficit, que depois a coisa se há de resolver!"  É o que estamos agora a fazer... Dizia então a Srª que era para combater uma tal "crise"que os banqueiros americanos tinham provocado e que tínhamos que evitar a qualquer custo! Foi isso que fizemos! Foi para lhe agradar que também nacionalizámos o BPN a SLN e o BPP! Acho que aí na Germany e na aliada Inglaterra também fizeram o mesmo aos bancos "afetados" pela salgalhada ( desculpe mas não me ocorre palavra melhor!): Encheram-nos de Euros e de Libras a granel!  Mas na Islândia até dizem que têm é que ser indemnizados por terem sido enganados pela banca holandesa, inglesa e alemã... ( Isto é cada um!) Temos pois que lhe agradecer os excelentes conselhos e, se as coisas ainda não melhoraram completamente, é porque, como somos aqui do sul da Europa, não temos a vossa experiência, nem os vossos excelentes métodos para fazer desaparecer os problemas. Limitações de não-arianos, tá a ver? Nada como importar mão de obra turca, aos milhões, evitando assim que os loiros compatriotas tenham que deitar mão a qualquer trabalho! E assim mantém-se também um excelente mercado para vender as armas "made in Germany", que são do melhor! E antes que me esqueça, era para lhe transmitir os nossos efusivos agradecimentos pelo negócio dos submarinos de que tanto necessitávamos!

Venha rápido que o tempo nem está frio, mas vai haver muito calor humano!

Tenha uma boa viagem e traga um farnel que aqui a comida está um bocado esturrada!!

Sinceramente.

Manuel Ferrer, Reformado aos 68 anos!

sábado, agosto 04, 2012

Maternidade, para que te quero?

Com a ordem  de transferência urgente de todos os serviços da Maternidade Alfredo da Costa para o Hospital de D. Estefânia, sem quaisquer condições, e para contentores ali colocados à pressa, dá-se início a um processo a que chamaria de africanização profunda do que houver em Portugal e que interesse à família que domina o poder e a economia angolanas. Pois aposto dobrado contra singelo como em breve, além do desmembramento de um verdadeiro icon do SNS, teremos oportunidade de assistir à instalação da embaixada daquela ex-colónia no edifício onde funcionou desde 1932, o mais eficaz serviço de natalidade do nosso País!
Esta direita que aqui se instalou, tem com a sua congénere angolana o mesmo conjunto de interesses e de objectivos pessoais. Os interesses do País, esses, vão ter de aguardar melhor oportunidade!
Para já, e à sombra de objectivos obscuros, está dada ordem de encerramento à MAC! O resto saberemos em breve!

sexta-feira, julho 27, 2012

Para acabar de vez com a Educação Pública

A equipa que "dirige" o chamado Mº. da Educação tem-se esforçado na produção dos mais contraditórios e ridículos normativos, na demonstração cabal das suas capacidades, e na finalidade de tudo controlar, quando, ainda há poucos meses, se gabavam de serem os campeões da gestão autónoma e independente das Escolas e de almejarem implodir o próprio Ministério, o qual seria um monstro da burocracia! Um arqueismo! Uma coisa horrível criada pelo socialistas e à qual urgia pôr cobro!
E foi assim que se preparou mais um Ano Escolar. Apreciem que isto é uma raridade:

LANÇAMENTO DO ANO LETIVO

Primeiras directivas ( sempre a dirigir...) Alterações para a sua organização:

1. Aumento do número de alunos por turma no 2º e 3º ciclos (Despacho nº 14 026/2007, de 3 de julho: As turmas do 5º ao 12º ano de escolaridade eram constituídas por um número mínimo de 24 alunos e um máximo de 28; Agora: Despacho nº 5106-A/2012, 12 de abril: As turmas dos 5º ao 12º anos de escolaridade são constituídas por um número mínimo de 26 alunos e um máximo de 30

2. Decreto-lei nº 139/2012, de 5 de julho:

• Redução do horário:
• 2º ciclo: em 2011/2012, os alunos tinham 33 blocos de 45 m; em 2012/2013, passam a ter 30
• 3º ciclo: em 2011-2012, os alunos tinham 34 blocos de 45 m, no 7º, 8º e 35 no 9º; em 2012/2013 mantêm 34 blocos no 7º e passam a ter 33 no 8º e 9º

• Alteração do número mínimo de alunos por turma / adultos: Alfabetização e Programa de Português para Estrangeiros – passa de 15 para 25 alunos; todas as restantes modalidades de formação passam de 25 para 30 alunos
• A disciplina de EVT no 2º ciclo tinha par pedagógico; em 2012/2013 deixa de ter
• Era possível desdobrar as turmas do 2º ciclo, na disciplina de Ciências, 45/semana para trabalho experimental/laboratório; não é permitido desdobrar as turmas
• A disciplina de ET/Oferta de escola era lecionada com desdobramento de turma; em 2012/2013, é substituída por TIC/Oferta de Escola, sem desdobramento de turma
• Os Diretores de Turma tinham 100m para organização do trabalho; passam a ter 75 m.
• Havia Coordenadores de Departamento de Pré escolar e 1º ciclo, com redução de tempo letivo, para desenvolvimento destes cargos; não existe qualquer redução


3. “Mega agrupamentos” – origina redução do número de professores necessários

4. Despacho normativo nº 13-A/2012 (Capítulo I – Disposições geral - Artigo 1º - Objeto)

• Ponto 2 – O presente despacho normativo estabelece, ainda, orientações a observar na organização dos tempos escolares dos alunos e na operacionalização da “Oferta Curricular”

• Artigo 8º - Componente letiva dos docentes, ponto 4 – A componente letiva de cada docente do quadro tem de estar totalmente completa, não podendo, em caso algum, conter qualquer tempo de insuficiência.


O documento “Indicação da componente letiva “ acrescenta: “Por componente letiva, entende-se, no âmbito da manutenção da colocação plurianual, a atribuição de, pelo menos 6 horas” e adiante é dito e sob ameaça : “Alertam-se os diretores para a correta execução de procedimentos constantes da presente Nota Informativa, sob pena de apuramento de eventuais responsabilidades”

DESTE CONJUNTO DE MEDIDAS RESULTOU UM ENORME E “ASSUSTADOR” NÚMERO DE HORÁRIOS 0 (ZERO) - OS DACL (DESTACAMENTO POR AUSÊNCIA DE COMPONENTE LETIVA)

Todavia,

Posteriormente as escolas foram informadas:

1. Não estão autorizadas a abrir EFA Secundário sem dupla Certificação
2. Existência de um número máximo de turmas de Cursos Profissionais autorizadas superiormente, tendo a DRELVT feito a distribuição / corte de Cursos a autorizar em cada Escola/Agrupamento

(Todas estas medidas vão em sentido contrário às propostas apresentadas pelas Escolas/Agrupamentos em reunião de Rede que, normalmente, faz acertos ou chega a consensos )

A SITUAÇÃO ATUAL

Em 17 de julho as escolas recebem um documento da Secretaria de Estado do Ensino e da Administração Escolar intitulado “Orientações para a distribuição de serviço letivo” que, na linha 6, diz “Considerando a necessidade de garantir a ocupação de tempos letivos a todos esses docentes relativamente aos quais se venha a verificar a ausência ou insuficiência de componente letiva, cumpre estabelecer orientações para a melhoria da distribuição de serviço docente em cada agrupamento de escolas ou escola não agrupada”.

Neste documento são elencadas 11 soluções e “Os Diretores de Escolas que durante o período de validação das DACL a ocorrer até 26 de julho p.f., lhes atribuam componente letiva no âmbito das anteriores medidas, lhes atribuam componente letiva, podem retirá-los de concurso”.


A estas medidas são acrescentadas mais 8.

A DRELVT (e provavelmente as outras Direções Regionais) convocaram os Diretores de Escolas /Agrupamentos entre os dias 25 e 26 para prestarem mais esclarecimentos sobre estas soluções.

As Escolas foram informadas de que não podem mexer na distribuição de serviço já feito. As consequências desta medida são que haverá professores com 8/9/10 turmas atribuídas, enquanto os professores retirados de DACL terão, apenas, outras tarefas, projetos, responsabilidades…Trabalhos secundários e independentemente do seu percurso docente e graduação académica...
Mas para que nos entendamos, apreciemos até onde vai o atrevimentoo e a arrogância do tal Ministro do sorriso superior...

DISCRIMINAÇÃO NEGATIVA /ESCOLAS DE 1ª E DE 2ª

O horizonte que se avizinha é de esperança para inúmeros professores contratados – muitos há mais de 10 anos – que voltam a ter perspetivas de conseguir trabalho, uma vez que muitos (provavelmente quase todos!) os DACL terão trabalho nas suas escolas, permitindo a existência de vagas para contratação.

Mas:

1. As Escolas que não têm DACL mantêm as limitações iniciais: não podem abrir EFA Escolar e nem Turmas de Cursos Profissionais, medidas porque deixam de ser atingidas as escolas com professores em DACL

2. Não podem oferecer aos seus alunos as condições de trabalho de que beneficiarão os alunos das Escolas com DACL, expressas nas sugestões feitas pelo próprio Ministério

Esta tendência para a discriminação negativa já era anunciada no Despacho normativo nº 13-A/2012, na atribuição do Crédito Horário (Capítulo III, artigo 11º) em que se estabelece que “EFI corresponde a um indicador de eficácia educativa”, clarificada nas Tabelas 1,2,3 do mesmo documento.

Este critério de eficácia ignora os contextos em que se desenvolve o processo educativo, beneficiando as escolas cuja população escolar tem elevadas vantagens à partida.

E A PROPALADA AUTONOMIA DAS ESCOLAS ONDE ESTÁ?

quinta-feira, julho 26, 2012

Isto por vezes é só rir!

A OCDE tem cada uma! Agora vêm à pressa dar razão a Maria de Lurdes Rodrigues, a José Sócrates, à informática, às qualificações mais avançadas, a Mariano Gago... e à Parque Escolar, e rir-se na cara desta espécie de gente que tomou de assalto a Educação... Vou ver se me rio um bocado:


OCDE: «Falta de produtividade deve-se a baixas qualificações»

Portugal é dos países com mais desigualdades em termos de salários
A falta de produtividade em Portugal é em grande parte explicada pelos «baixos níveis de educação» da mão-de-obra portuguesa, concluiu a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) na sua avaliação da economia do país.

 No relatório sobre a Economia Portuguesa 2012, a organização só analisa a educação em relação estrita com o mercado laboral, postulando que «menos trabalhadores habilitados são um obstáculo à capacidade da mão-de-obra portuguesa aprender depressa e adaptar-se a um ambiente em rápida mutação».

Vá, façam lá os tais cursos para as "vocações" dos mais pobres! Muito simplificados, e que habilitam a serem excelentes canalizadores, assentadores de blocos, caiadores e afins...! Vai ser um êxito! Isto só dá para o riso, que para o siso... E continuem a fazer cara séria! Havia uns jogos infantis desse género! O primeiro a rir perdia!
http://www.agenciafinanceira.iol.pt/economia/ocde-produtividade-qualificacoes-agencia-financeira/1364052-1730.html

A patologia mórbida do neo-liberalismo criminoso!

Foram bons a desregulação bancária e o casino global? Foram!
Os thinnk-tanks e as Associações de malfeitores à escala do planeta foram, ou não foram do melhor? Claro que sim!
E invadir Países e destruir toda a sua economia? Bombardear  com bombas de urãnio "só um pouco radioactivo"? E com Bombas de Fósforo? E invadir campos de refugiados e matar mulheres e crianças a troco de mais e mais matérias primas? Foi excelente! E prosseguir a política do assassinato selectivo de todos os lideres que se lembrem de atrapalhar? A eles! Por S. Jorge!
E desativar as fábricas na Europa e na América para explorar o mas rápido possível os chamados "Países em desenvolvimento(?) ? Construir fábricas na China como cogumelos? Usar o exército campesino de reserva, chinês e indiano para, à sombra do liberalismo mais feroz e desalmado, prosseguir as guerras contínuas tão recomendadas? Pareceu-me sempre de excelente cariz!
Agora dizem, têm ( temos) uma crise sistémica e que os culpados fomos nós que vivemos 10 ou 15 anos acima das nossas possibilidades e que vamos pagá-las! Ele são défices, ele são movimentos migratórios descontolados, ele é a fome em vastíssimas regiões e milhões de refugiados como nunca se viu!
E há por cá uns patetas que se metem em bicos dos pés a dar paçpites sobre " caminhos a seguir", previsões de melhoras, "lá para o fim do ano" e outras bacoradas do mesmo teor, e máxima sabedoria professoral! Excelente, portanto!
http://www.agenciafinanceira.iol.pt/economia/ocde-recessao-desemprego-portugal/1364027-1730.html


"OCDE: recessão em Portugal até 2013, desemprego chega aos 16,2% ( Só???)

Previsão empurra défice para 4,6% este ano e 3,5% no próximo  ( Só???)

A OCDE prevê que a economia portuguesa esteja em recessão este ano e no próximo e que o défice seja superior ao previsto no programa de ajustamento em 2012 e 2013. Também a taxa de desemprego vai aumentar mais do que é esperado pelo Governo e pela troika.
No Relatório sobre a Economia Portuguesa 2012, divulgado esta quinta-feira, a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico mostra-se a mais pessimista entre todas as organizações, apontando para uma quebra de 3,2% do Produto Interno Bruto (PIB) este ano e de 0,9% no próximo.
O cenário macroeconómico terá um impacto direto no mercado laboral. A organização aponta para uma taxa de desemprego de 15,4% em 2012 e de 16,2% em 2013, quando as notas da troika apontam para valores de 15,5 e 15,9%. "

Foi  ou não foi o que se esperava? Acho que foi!





quarta-feira, julho 25, 2012

Tranquilos! O gelo continua por lá! Dizem...

http://www.nasa.gov/topics/earth/features/greenland-melt.html
""Ice cores from Summit show that melting events of this type occur about once every 150 years on average. With the last one happening in 1889, this event is right on time," says Lora Koenig, a Goddard glaciologist and a member of the research team analyzing the satellite data. "But if we continue to observe melting events like this in upcoming years, it will be worrisome."

Portanto, tudo normal...Só para o scotch é que não pode faltar!


REGRESSO AO ADMIRÁVEL MUNDO NOVO



 Por : Maria de Lurdes Rodrigues

Em Portugal, as crianças de 10 anos poderão, em breve, escolher não estudar, em troca de uma "alternativa mais adequada", isto é, de um curso prático que os dotará "de uma ferramenta para enfrentar os desafios do mercado de trabalho". Esta é a conclusão da peça publicada no Expresso de 30 de Junho. Segundo a peça, a escolha pode ser feita também pela escola, pelos professores ou pelos pais, pois, todos o sabemos, as crianças de 10 anos não escolhem, alguém escolhe por elas.

Esta noticia suscita-me uma analogia e duas observações.

Em primeiro lugar, a analogia com a felicidade organizada em castas do Admirável Mundo Novo. Quern pode ter esquecido os gamas, os deltas e os ipsilons das castas baixas, mão-de-obra formada pelo "método bokanovsky", que contribuiam para a produção em massa? E os alfas e betas das castas altas, detentores de conhecimentos para dirigir ou realizar tarefas mais exigentes? No admirável mundo novo ninguém imaginava poder ser outra coisa ou ter destino diferente daquele para que havia nascido. Também no nosso pais, depois de exames apurados e da verificação do que as crianças de 10 anos não sabem, o Estado decidirá, por elas e pelas suas familias, o seu destino, a via adequada ao seu futuro e à sua felicidade. Assim se deixará de "perder tempo" a ensinar crianças que até aos 10 anos revelam dificuldades em aprender e se evitará que estas e as suas familias alimentem expectativas "desajustadas".

Em segundo lugar, as observações, uma substantiva e outra de método. Os estudos indicam que o encaminhamento vocacional dos jovens deve fazer-se o mais tarde possivel, isto é, a partir dos 15 anos. A OCDE1 e a Comissão Europeia2 recomendam que os paises onde ainda subsiste o encaminhamento vocacional aos 12 anos, como por exemplo a Alemanha e a Austria, abandonem esse regime, tanto por razões de equidade como de eficiência do sistema educativo. Recomendação a que esses paises têrn respondido positivamente, reconhecendo hoje que assegurar uma formação básica geral comum a todos os alunos, até aos 15 anos, é a melhor forma de os preparar para a sociedade do conhecimento, independentemente da profissão que venham a escolher na idade própria.

No nosso pais fizemos um longo caminho para instituir o ensino básico universal, obrigatório e gratuito com a duração de nove anos. Estudar não é escolha dos alunos, das escolas, dos professores ou dos pais. Eum direito eum dever das crianças ejovens, instituido desde 1986 como interesse publico para "assegurar uma formação geral comum a todos os Portugueses que lhes garanta a descoberta e o desenvolvimento dos seus interesses e aptidões, capacidade de raciocínio, memória e espirito critico, criatividade, sentido moral e sensibilidade estética".3 A dificuldade de concretizar este objetivo não pode ser resolvida com a facilidade de retirar aquele direito a algumas crianças.

E preocupante que esta mudança contrarie as melhores práticas internacionais. Mas é também preocupante o método usado para a fazer, sem discussão pública, com despachos e portarias, contornando a Assembleia da Republica e a necessária alteração dos principios inscritos na Lei de Bases do Sistema Educativo e evitando, assim, os custos da participação democrática e da transparência na decisão.

Notas

OCDE (2008), Ten Steps to Equity in Education.

Commission of the European Communities (2006), Communication from the Commission to the Council and to the European Parliament: Efficiency and Equity in European Education and Training Systems.

3 Artigo 7.° da Lei de Bases do Sistema Educativo.



domingo, julho 15, 2012

Conversa de café - 41

- Se os jornais, as tvs e as rádios deste governo, começam a dizer que o Relvas devia sair....Se até o Marcelo já arranjou um substituto, e até o Jardim goza com o badameco..., se o Cavaco anda entupido...já não sei...

- Então?

- Estou a pensar se não seria melhor que ele lá ficasse! Além de mais divertido, era um espinho cravado no meio da testa deste governo!

domingo, julho 08, 2012

Mais ratos e ratazanas, Conversa de café - 40

Quando temos que dar razão ao Pacheco Pereira e às suas dúvidas, está a coisa a caminho do desastre, da falência, e até de nova ditadura:

sexta-feira, julho 06, 2012

Ratões, ratazanas, ou Conversa de café - 39

- Os juizes do Constitucional armaram-se em ministros das finanças!

- ...?

- Resolveram o problema do défice ao Governo!

- ...?

- Mandaram lançar impostos sobre todos os portugueses...Ricos, pobres, assim assim, polícias e ladrões!

- É a democracia estúpido!

quarta-feira, julho 04, 2012

Conversa de café - 38

- Os professores, desta vez são aos milhares, a ir prá rua!

- Mais uma manif em grande??

- Não! desta vez vão mesmo só para a rua!

terça-feira, julho 03, 2012

A caminho de um falhanço colossal

Nicolau Santos

Expresso, 30 de Junho

"Não poupemos nas palavras. Um ano após ter tomado posse e definido uma estratégia que foi claramente mais longe do que aquilo que estava acordado com a troika, o Governo está à beira de um falhanço colossal em matéria do Orçamento de Estado.
Não é caso para todos os que disseram e escreveram que esta estratégia só podia acabar nisto se ufanarem. Estando à beira do abismo, o primeiro-ministro já admitiu que não hesitará em dar o passo em frente, só para provar aos mercados e aos nossos parceiros externos a sua fortíssima determinação em ultrapassar o acordo com a troika, mesmo que isso signifique lançar mais medidas de austeridade, que cairão em cima do já muito fustigado lombo da generalidade dos portugueses, na alegórica linguagem do primeiro-ministro.
Se fosse outro Executivo, cairia o Carmo e a Trindade com acusações de incompetência e incapacidade para travar o despesismo do Estado. Ora perante um Governo que calculou que o IVA ia crescer 11,6% e está confrontado com uma descida de 2,8% até maio; com uma quebra nos impostos sobre veículos que estava prevista ser de 6,5% e já vai em 47% (!); com um recuo esperado de 2,1% no imposto sobre produtos petrolíferos, que ascende já a 8,4%; com um aumento no subsídio de desemprego de 23%, quando o Executivo apontava para 3,8%; e com uma quebra nas contribuições para a segurança social de 3%, quando se esperava apenas 1% - o que se pode dizer se não que se trata de um falhanço verdadeiramente colossal da equipa das Finanças e, em particular, do brilhantíssimo e competentíssimo ministro Vítor Gaspar?
Não, não douremos a pílula. Este descalabro não resulta de alterações dramáticas da conjuntura internacional, que tenham desvirtuado drasticamente as bases em que assenta o Orçamento de Estado de 2012. Este descalabro resulta do profundo desconhecimento de como funciona a economia portuguesa, reduzida a uma folha de Excell onde qualquer medida X terá sempre o resultado Y; resulta da desvalorização ostensiva dos sucessivos sinais do estrangulamento financeiro das pequenas e médias empresas nacionais, devido à brutal travagem no crédito bancário; resulta da convicção profunda de que depois de falirem milhares de empresas, de explodir o desemprego e da economia atravessar uma profunda recessão, se reerguerá das cinzas com grande facilidade como uma fénix renascida; e resulta ainda do autismo germânico do primeiro-ministro e do ministro das Finanças, que nunca puseram em causa se seria possível fazer o ajustamento previsto no acordo com a troika, no tempo, com o financiamento e as condições que nos foram exigidas.
Diz-nos agora o ministro das Finanças que na análise da sua equipa, e economia portuguesa ainda não está em fase de exaustão fiscal. Se a esta afirmação juntarmos a do primeiro-ministro, que admite novas medidas de austeridade se necessárias, então só podemos recear que mais impostos venham a ser lançados sobre o rendimento das famílias e empresas - a não ser que a troika nos dê mais tempo para cumprir o défice de 3% ou que aceite que receitas extraordinárias contem para o défice este ano. Em qualquer caso, quando é mais do que evidente como o garrote fiscal está a estrangular a economia e que mais impostos vão provocar ainda mais recessão e menos receita, é extraordinário que o primeiro-ministro e o ministro das Finanças insistam neste caminho. Já não é fé na receita, mas apenas a mais absoluta irracionalidade."

segunda-feira, julho 02, 2012

Conversa de café - 37

- O Portas foi dizer em Pequim que, em vez da confrontação, prefere uma política de cooperação com a China!

- Éh pá! Os chineses vão ficar muito mais descansados!

sexta-feira, junho 29, 2012

Conversa de café - 36

- O governo informa que está tudo a correr de acordo, e dentro da margem de segurança estabelecida!

- Ora ainda bem!

quinta-feira, junho 28, 2012

Oh pra eles a implorarem um PEC IV !!!!

“The leaders of Italy and Spain, — the third and fourth largest economies in the euro zone — are demanding relief from the high costs of servicing their debt. Yields on Spanish 10-year bonds are now almost at 7 percent — a level considered unsustainable — and interest rates on Italy’s bonds are not much lower. Monti and Rajoy complain that their countries can not cope with such high yields for much longer. They want the euro rescue fund, the European Stability Mechanism (ESM), to buy up their bonds in order to push down the market rates.”

- Então? Essas lumináriasque dispararam contra Sócrates, o derrubaram e acusaram de despesismo, onde estão? Hão de limpar-se na beira da toalha! Hão de te de nascer quantas vezes para entenderem o que se passa e o que se passava há um ano? Quantos alqueires de sal lhes falta comer? Aprenderá um dia esta Direita. que não tem uma puta de uma ponta de razão? Que serram o ramo que os sustentava?
E o irónico é que agora se trata de líderes semi-eçeitos, ou não eleitos, saídos directamente das hostes da Direita mais liberal e mais anti-patriótica que já habitou o planeta: Afinal sempre há no fim do túnel uma luz! - É o outro comboio em via única!

Prácabar de vez com os futebois!

- O povo sofreu a valer ontem, com a derrota! Mas foi honrosa!

- É! Pena que tal como em Roma, os desempregados e espoliados, tivessem estado a sofrer pelos que têm empregos no circo do luxo!

terça-feira, junho 26, 2012

Um simples teste sobre o racismo!

Responde descontraído, mas rápido:

Havia um galinheiro com 37 galinhas, Um cigano entrou, e levou 10 galinhas, cinco em cada mão.

 

 

Pergunta:

 

 

- Quantas galinhas restaram no galinheiro?

 

- Resposta mais certa tem direito a uma canja...as outras...precisam de terapia de grupo!

segunda-feira, junho 25, 2012

Conversa de café - 35

- O Cavaco parece-se cada vez mais com um presidente de clube de futebol...

- ...?

- Cada vez que "acha muito difícil os portuguese aceitarem mais austeridade" faz-me lembrar aquelas declarações de confiança e amor eterno aos treinadores, que vão ser despedidos em 24h..., e o que vai acontecer é exatamento o contrário do que finge dizer!

 

segunda-feira, junho 18, 2012

Conversa de café - 34

- Aquilo em Espanha é que é a sério!

- Então?

- Para darmos cabo da economia bastou um BPNzinho. Em Espanha, só para a Banca, já lá vão mais de vinte BPNs!

domingo, junho 10, 2012

O resgate espanhol, por Eduardo Pitta

Não fosse o esquecimento de repetir que não foi "apenas a direita portuguesa" que ambicionava um resgate, com o fim último, isso sim!, de humilhar o PS e de arrombar o poder, acolitada pela extrema direita e pela extrema esquerda, assinava por baixo este texto. Fica o reparo! É que ainda não me esqueci de quem maquinou contra o PS e como se vê, contra o País!!!
http://daliteratura.blogspot.pt/2012/06/o-resgate-espanhol.html
"Rajoy é um homem da direita. E a sua obstinação contrasta de forma violenta com os orgasmos da direita portuguesa de cada vez que se falava (e fala) em resgate. A direita portuguesa queria um resgate. A direita portuguesa exigiu um resgate. A direita portuguesa passa os dias a dizer que cumprimos todas as vírgulas do resgate. Portugal tornou-se um Propectorado sob administração dos homens de negro e a direita portuguesa acha que assim é que deve ser."


Conversa de café - 33

- Lá perdi mais uma vez o Euromilhões. Foi para a Inglaterra e para a Bélgica.
- Mas o Jackpot foi direitinho para os bancos espanhois! O governo ainda tentou acabar com o 1º de Dezembro...mas já não foi a tempo...

sexta-feira, junho 08, 2012

Conversa de café - 32

- Se não pagaste ao banco a prestação da casa, não te rales!
- ...?
- Os deputados, ralados com o povo,  estão a procurar a melhor maneira de salvar os bancos para  os bancos do sarilho em que  se meteram! Já percebeste?

sábado, maio 26, 2012

O longo braço das políticas despesistas de José Sócrates

No dia em que a Catalunha, a mais desenvolvida e rica Região da Espanha, espanta o mundo com uma declaração de falência e com um pedido de assistência financeira, não é que o tal sduoer Banco se apresenta falido?
É o resgate mais caro da história do setor bancário espanhol. O grupo BFA-Bankia, nacionalizado este mês, pediu esta sexta-feira ao Estado uma ajuda pública de 19 mil milhões de euros para o saneamento das suas contas.

O montante foi aprovado na reunião do conselho de administração da instituição e soma-se aos 4.465 milhões de euros já injetados no Bankia, que viu hoje o seu rating atirado para o lixo pela Standard & Poor`s, numa descida de três níveis, a par de outros bancos.
Contas feitas, as necessidades de capital estão avalisadas em 23.465 milhões de euros.
Que artes terá tido o inominável desgovernado, para ter conseguido destruir duma assentada a economia dos mais rutilantes tesouros europeus? Mistério!



quinta-feira, abril 12, 2012

Conversa de café - 31

- O presidente da Austria é um gajo porreiro!
- ...?
- Garantiu ao Cavaco que, caso Portugal não consiga regressar aos mercados em 2014, a Austria vai pressionar a UE e o FMI para nos continuarem a emprestar o que for preciso! Achas pouco?
- O que acho é que andou a ler o PEC IV antes de fazer promessas..., digo eu!

sábado, abril 07, 2012

Conversa de café - 30

Ou o PEC IV revisitado. Não se riam sff.:

- Passos Coelho acha que daqui a uns meses, se os Mercados não lhe derem crédito, a UE, o BCE e o FMI abrirão os cordões às bolsas...e o salvam da banca rota...
- Mas isso não era o PEC IV ? Então para que foi a destruição da economia, os milhares de emigrantes, as nacionalizações ..os 17 ou 18% de desempregados?
- Foi só para aplicar o programa de destruição do Estado Social, da Escola Pública e da submissão à banca. Achas pouco?

sábado, março 10, 2012

Conversa de café - 29

- Acomparado, o Medina Carreira é um incompetente!
- ...?
- Afinal, foi o Cavaco que sabia da crise e há muito desconfiava do Sócrates!

FIM

Professor Kahva-Ku

Astrólogo - Vidente - Grande Medium - Cientista
Especialista em trabalhos ocultos. Conhecimentos em negócios inexplicáveis.
Resultados de longa duração e irreversíveis. Mesmo à distância!
Super dotado em adivinhas sobre o passado. Invejas é brincadeira.
Bom para negócios complicados. Raras vezes tem dúvidas. Tem arranjado centenas de empregos. Estágio em Moçambique e em S. Tomé. Fortes conhecimentos na UE!
Excelente em trocas de propriedades e em jogos financeiros.
Escreve sobre o que for preciso: Qualquer mentira passa a verdade, e vice-versa!
Se deseja prender alguém, contacte já o Prof. Kahva-Ku capaz de dar a volta a qualquer situação embaraçosa, complots, maus olhados, trabalhos.
Avia clientes através dos jornais da especialidade. Dá conferências e está vocacionado para trabalhos com crianças!
Preços acessíveis!

quarta-feira, março 07, 2012

A insuportável tendência...dos pobres...- 2

Será este o tipo de nível educativo, salarial e de competividade a que o actual governo português
aspira para nós? Pena que não haja por cá minas a céu aberto...









De resto, tudo bem!




A insuportável tendência dos pobres para o trabalho ilegal!







Justificando que décadas de queima subterrânea de carvão, ameaçou as casas de milhares de miseráveis indianos, o governo deslocou cerca de 2300 famílias para longe das minas

prometendo-lhes escolas, hospitais e outras facilidades...que até à data continuam a aguardar e a trabalhar ilegalmente ...para a mesma empresa mineira!(Photos by Daniel Berehulak /Getty Images )

Assim vai o mundo do desenvolvimento com vários dígitos...




,

quinta-feira, fevereiro 23, 2012

A Nave dos Loucos II, (pos Fellini...)

"Estamos a fazer o trabalho de casa", Cavaco, Relvas, Passos, Gaspar e Portas, dixit!
É ver:

- Bruxelas prevê recessão de 3,3% para este ano
Taxa de inflação em 2012 também deverá chegar aos 3,3% /
Agência Financeira

- Norte de África: UE admite perdão de dívida
Iniciativa promovida pelo governo francês pode ser dada em troca de reformas democráticas e acordos preferenciais de comércio /
Agência Financeira

- A recessão atinge já sete dos países do euro: França, Itália, Bélgica, Irlanda, Espanha e Portugal...

- BPN: PSD recusa comissão de inquérito: O PSD vai votar contra a criação de uma comissão eventual de inquérito à gestão do BPN pela Caixa Geral de Depósitos e ao processo de venda ao BIC

Conversa Improvável - 1

- Bom dia, vinha cá dizer que estou vivo e quero continuar saudável!
- Se é para um atestado, isso só o sr. dr. pode dizer...
- Mas eu não quero ver o Dr., Não estou doente!
- Aqui só se atendem doentes, e tem que pagar a taxa moderadora.
... ... - Porque é que tenho de pagar a taxa? Eu não estou doente!
- Tem de pagar, porque isso não está previsto, ou antes, se não estiver doente dois anos seguidos, é um mau cidadão e vamos é expurgá-lo das listas. Dê cá o Cartão!

FIM

terça-feira, fevereiro 21, 2012

Grécia ocupada e soberania no lixo...



"ACOMPANHAMENTO", o outro nome da "OCUPAÇÃO"


Depois deterem retirado os seus créditos da linha de fogo, os grandes da UE decidem , a troco do indispensável acordo para salvarem o Euro, impor medidas draconianas à Grécia e mantê-la sob vigilância de um comité de ocupação permanente! A isto chamo eu a integração europeia de porrete na mão!
"Ao mesmo tempo, Juncker anunciou que a troika vai «reforçar substancialmente» a sua presença em Atenas para o acompanhamento do segundo programa de resgate financeiro.
E o comissário europeu dos Assuntos Económicos adiantou que Bruxelas irá ter permanentemente uma task force no país, apoiada por especialistas dos Estados-membros da União Europeia e que vai ser criada uma conta bloqueada para o pagamento da dívida a 3 meses."

segunda-feira, fevereiro 20, 2012

Somos todos Gregos, duvido que sejamos ainda europeus!

"Oh éter divino! Oh ventos de asas rápidas! Oh águas correntes dos rios! Oh terra mãe de todas as coisas! Contemplai o que eu, um Deus, sofro da parte dos meus iguais! Vede com que tratamento dilacerado suportarei a idade do tempo!" ( Prometeu, em Prometeu agrilhoado, Ésquilo, sec V A.C.) Isto para dizer que nem os Deuses gregos estavam imunes aos sofrimentos e angústias do tempo e das suas consequências. Ora nós, simples lançadores de uma ideia, que julgamos generosa e boa, simples e pluri-partidária, de apoio à Grécia e ao seu povo, fomos ultrapassados pela vossa generosidade e vontade participativa, num movimento que em breves dias recolheu mais de 1200 adesões! Temos pois que nos organizar, mas continuar a receber os vossos contributos, já que somos cada dia confrontados com a miséria, com o desemprego e com o desgoverno em tudo igual ao que sofre a Grécia. Por isso somos cada vez mais gregos e mais portugueses! Este é um local de reunião e de convívio criado para impulsionar um movimento de rejeição das aventuras neo-liberais e contra a subserviência diante dos ricos e dos poderosos. Temos em vista também uma ação da maior envergadura possível, de apoio e de solidariedade aos gregos e que desejamos seja, como no caso de Timor, uma ação que envolva todo o espetro partidário e que deixe em "stand-by" aquilo que nos divide, mas acentue o que nos une e a grandeza da sensibilidade portuguesa! Este espaço é vosso e desejamos em verdade que encontremos muito mais soluções do que problemas, muito mais gestos de amizade do que de exclusão! Todos seremos poucos para esta tarefa! Contamos convosco!
Este é o vosso espaço e aguardamos com impaciência as vossas contribuições!
A Grécia não pode esperar!
In http://www.facebook.com/permalink.php?story_fbid=285156544884029&id=100000565270566¬if_t=like#!/groups/greekpeoplesupport/?notif_t=group_r2j

quinta-feira, fevereiro 16, 2012

segunda-feira, fevereiro 13, 2012

O Fogo de Zeus, ou a Grécia agrilhoada



Em nome de Prometeu ( que como sabemos entregou o fogo aos homens ), os gregos tentam libertar-se das grilhetas, com esse mesmo fogo!

sábado, fevereiro 11, 2012

Conversa de café - 28

- Foste à manif?
- Eu não! Ando a poupar pra comprar um bilhete prá Madonna! É a crise!


FIM

quarta-feira, fevereiro 08, 2012

Conversa de café - 27

- Sabes, o problema não é o Álvaro ter sido emigrante!
- ...?
- O problema, é ter deixado de ser!
FIM

terça-feira, fevereiro 07, 2012

Conversa de café - 26

- Então pá, como estás hoje? Melhor?
- Melhor? Estou é menos piegas, isso é que estou!

FIM

quinta-feira, fevereiro 02, 2012

Conversa de café - 25

- Engraçado! Passos Coelho diz que não vai precisar de mais auxílio...
- Pudera! Já o pediu : Se falhar a ida aos mercados, a Troika vai continuar a dar-lhe o leitinho da manhã...

FIM

sexta-feira, janeiro 27, 2012

Conversa de café - 24

- O Wallstreet Journal diz que estamos falidos!
- Mas o Moedas disse que eles é que estavam era a ver mal, por sermos uma pequena economia!
- ...Vais ver precisam é de mudar de lentes!

FIM

terça-feira, janeiro 24, 2012

O CLAN DUARTE LIMA e o POLVO LARANJA

MAIS UMA DAS NEGOCIATAS PSD, VINDAS DO TEMPO DOS 10 ANOS DO SNR SILVA COMO PRIMEIRO MINISTRO : É que tudo lhes serve para enriquecer rapidamente: Até a saúde e a dor dos portugueses...

*O CLAN DUARTE LIMA e o POLVO LARANJA*

COMO CIDADÃO PORTUGUÊS TENS O DEVER CÍVICO DE DIVULGAR MAIS ESTA CANALHICE ou passar a ser apenas um colaborador dos piratas dos negócios sem ética...


*"O POLVO" E A OPERAÇÃO FACE OCULTA COM RABO DE FORA**

1- A partir de 2008 torna-se evidente que a operação Face Oculta foi
redireccionada pela investigação e pelos Media para passar a visar
principalmente Sócrates. Era preciso derrubar Sócrates e mudar de governo,
porque havia gigantescos interesses em jogo e, em particular, o caso BPN
prometia dar cabo do PSD.

2. Das fraudes do BPN ignora-se ainda hoje a maior parte. Trata-se de uma
torrente de lama inesgotável, que todos os nossos Media evitam tocar.

3. O agora falado caso IPO/Duarte Lima, de que Isaltino também foi uma peça
fulcral, nem foi sequer abordado durante o Inquérito Parlamentar sobre o
BPN , inquérito a que o PSD se opôs então com unhas e dentes, como é
sabido. *
*A táctica então escolhida pelo polvo laranja foi desencadear um inquérito
parlamentar paralelo, para averiguar se Sócrates estava ou não a «asfixiar»
a comunicação social ! Mais uma vez, uma produção de ruído para abafar o
caso BPN e desviar as atenções.

4. Mas é interessante examinar como é que o negócio IPO/Lima foi por água
abaixo.

5. Enquanto Lima filho, Raposo e Cia. criavam um fundo com dezenas de
milhões , amigavelmente cedidos pelo BPN de Oliveira e Costa, Isaltino
pressionava o governo para deslocar o IPO para uns terrenos de Barcarena,
concelho de Oeiras. Isaltino comprometia-se a comprar os terrenos (aos
Limas e Raposo, como sabemos hoje) com dinheiro da autarquia e a «cedê-los
generosamente» ao Estado para lá construir o IPO. *

*Fazia muito jeito que fosse o município de Oeiras a comprar os terrenos e
não o ministério da Saúde, porque assim o preço podia ser ajustado entre os
amigos vendedores e compradores, quiçá com umas comissões a transferir para
a Suíça.

6. Duarte Lima tinha sido vogal da comissão de ética (!) do IPO entre 2002
e 2005, estava bem dentro de todos os assuntos e tinha óptimas relações
para propiciar o negócio. Além disso, construiu a imagem de
homem que venceu o cancro, história lacrimosa com que apagava misérias
anteriores. O filho e o companheiro do PSD Vítor Raposo eram os escolhidos
para dar o nome, pois ao Lima pai não convinha que o seu nome figurasse
como interessado no negócio.

7. Em Junho de 2007 Isaltino dizia ainda que as negociações para a compra
dos terrenos em causa estavam "em fase de conclusão" (só não disse nunca
foi a quem os ia comprar, claro). E pressionava o ministro da Saúde: "Se se
der uma mudança de opinião do governo, o cancelamento do projecto não será
da responsabilidade do município de Oeiras."

8. Como assim, "mudança de opinião do governo"?

9. Na verdade, Correia de Campos apenas dissera à Lusa que o governo
encarava a transferência do IPO para fora da Praça de Espanha e que estava
a procurar um terreno, em Lisboa ou fora da cidade, para esse efeito.
Nenhuma decisão tinha sido tomada, nem nunca o seria antes das eleições
para a Câmara de Lisboa, que iam realizar-se pouco depois, em Julho de 2007.

10. No decorrer do ano de 2007, porém, a Câmara de Lisboa, cuja presidência
foi conquistada por António Costa, anunciou que ia disponibilizar um
terreno municipal para a construção do novo IPO no Parque da Bela Vista
Sul, em Chelas, Lisboa. Foi assim que se lixou o projecto Lima-Isaltino: o
ministro Correia de Campos não cedeu às pressões de Isaltino e a nova
Câmara de Lisboa pretendia que o IPO se mantivesse em Lisboa. Com Santana à
frente da autarquia e um ministro da Saúde do PSD teria tudo sido muito
diferente. E os Limas e Raposos não teriam hoje as chatices que se sabe. E
Duarte Lima até talvez já tivesse uma estátua no Parque dos Poetas do amigo
Isaltino.

11. Sabemos como, alguns meses depois deste desfecho, o ministro Correia de
Campos foi atacado por Cavaco no discurso presidencial de Ano Novo, em 1 de
janeiro de 2008. Desgostado com as críticas malignas do vingativo
Presidente, Correia de Campos pediu a sua demissão ainda nesse mês. *
*Não sabemos o que terá levado Cavaco a visar dessa maneira um ministro do
governo Sócrates, por sinal um dos mais competentes. Que Cavaco queria a
pele de Correia de Campos, foi bem visível. Ele foi a causa do fracasso do
projecto do IPO/Oeiras e dos prejuízos causados ao clan do seu amigo Duarte
Lima e ao polvo laranja *(ª)*.*

*
É bem possível que essa tenha sido a razão.*
*(ª) - é bom que se entenda que o polvo laranja tem o seu pai no Senhor
Silva, hoje PR, que nunca falou sobre o BPN, mas o lodo deste senhor é bem
maior !!! Oxalá Portugal fosse uma França !!!*

ESTA, ACABOU!
MAS, …
SE QUERES REVERTER ESTA SITUAÇÃO E VER A JUSTIÇA SENDO FEITA PELA FORÇA DOS CIDADÃOS,
ENTÃO REPASSA PARA TODOS OS TEUS CONTATOS SEM RECEIO DO QUE POSSAM VIR A PENSAR DE TI. Ajuda-os a serem CIDADÃOS, despertando a sua consciência.

sábado, janeiro 14, 2012

Conversa de café - 23

- ... os professores ainda não viram a matéria...nem a onda que os vai afogar!
- ... ???
- ...é que desta vez tirararm-lhes a Avaliação e o salário, e eles continuam a gostar!

FIM

quinta-feira, janeiro 12, 2012

A insuportável estupidez da "superioridade" do Império

Serão estes os nossos aliados a distribuir a Democracia entre os povos atrasados?




Qual será o custo a pagar por toda a bestialidade na invasão,




humilhação e destruição de povos e de nações?

quinta-feira, janeiro 05, 2012

Conversa de café - 22-B

- Os médicos queixam-se dos pobres que passam ao tempo a levar os filhos às urgências do SNS e querem que os internem, tratem e alimentem!
- Palavra? Realmente não me recordo de nenhum médico a queixar-se das doenças dos filhos dos ricos... nos hospitais privados...Devem ser doenças diferentes!

Conversa de café - 22-A

- Os médicos são tão dedicados, tão dedicados aos doentes, que não passam sem lhes telefonar!!
- É? E qual vai ser a lista de espera?... Se é para uma dor de dentes, prima 1, se for para um parto prima 2, se teve um ataque e está em paragem cárdio respiratória há mais de 5 minutos prima O, se o doente é incurável, reze e prima 4, se deixou de ver, e não tem saldo bancário, desligue que temos mais que fazer...Se é para falar com o médico, só para a semana!

quarta-feira, janeiro 04, 2012

Conversa de café - 21




- ...As Finanças pra cobrar o IRS...à família Soares dos Santos, como é que fazem?
- Emigram! ...e abrem uma Repartição na Holanda!



FIM