quinta-feira, abril 21, 2011

A mão, a pedra, e as sondagens

A estratégia do embuste, da difamação e da conjura, está finalmente a dar os seus frutos.
Amargos, verdes e podres!
A mão que atirou a pedra, as línguas que bateram nos dentes, os discursos da derrocada nacional e do conlúio anti-política-anti-políticos, e que serviram para atirar o País para mais uma aventura da direita, ficam cada vez mais expostas!
A cambada de
meninos amuentos em que se transformou o PSD, mais os farrapos da direita trauliteira, vão ter nas urnas a verdadeira apreciação sobre o deserto das ideias que todos os dias prometem vir a apresentar:
Surripiado do "margens de erro":

«Marktest, 11-13 Abril, N=803, Tel.

PS: 36% (+11,5)
PSD: 35% (-11,7)
CDS-PP: 8% (+1,7)
CDU: 8% (+1,3)
BE: 6% (-2,9)»

1 comentário:

aires disse...

Ora bem...

é kavacu que está a pagar
toda a trama que semeou...

este é o resultado substancial desta sondagem...

Passus, tadinho...

nem sabe que não conta neste campeonato...

isto é entre socrates e governo e venerando, cada vez menos...

e as suas intervenções opostas na crise

digo eu...
abraço