quinta-feira, novembro 24, 2011

Mais um dia para (des)fazer Amizades?

Manifestações, acções directas, explicação da nossa situação e da dos mais frágeis da sociedade? Tudo bem! Contem comigo!

Denúncia de todas as opressões, das vergonhas e desvergonhices da chamada justiça de classe? Tou aí!

Para fazer greves contra a Direita, que a façam os que que votaram nela! Os desiludidos! Mais os que derrubaram o governo legítimamente eleito do PS! Que a façam os que estão surpreendidos com a incompetência e avidez da Direita que levantaram do chão! Até os compreendo, tanto quanto lastimo! ...

Que a façam os que que objectivamente ainda continuam a servir essa mesma Direita, mas que fazem de conta que a combatem! Nessa não caio!

E os que forem arrastados para continuarem a não saber quem é o inimigo, que paguem do seu bolso a própria ignorância e seguidismo!

Porque raio, milhares de funcionários que levam para casa 700 euros, hão-de perder um dia de salário para manter este tal paradigma, que alguns dizem, outros defendem?

3 comentários:

Rogério Pereira disse...

Triste coincidência a dos grevistas e as agências de rating: as medidas que estão seguidas são lixo. Mas há uma diferença abismal. Os candongueiros do dinheiro, querem mais empobrecimento. Os grevistas querem a mudança do paradigma.

A luta continua... quer lhe agrade quer não.

praianorte disse...

Excelente. comungo consigo a sua pertinaz opinião.

MFerrer disse...

Rogério, com toda a bonomia, sempre lhe pergunto quem é que não é chamado a desprezar esse tal papel de candongueiro do dinheiro? Aliás!: Onde estão as mãos limpas desse crime primevo e claro da acumulação sem sombra de pecado?
A mim, que sou um não crente, agrada-me sempre a iminência da chegada de um Messias que anuncie o tal novo paradigma! Venha Ele! e que traga alguma coisa que agrade à maioria...grevistas e não grevistas!