domingo, janeiro 25, 2009

O arquivo morto da PGR

Instado pela imprensa, o PGR declarou que o Processo da FreePort se encontrava "completamente parado e só com a intervenção da Direcção do DIAP é que foi "reiniciado".
Não será caso para perguntar ao Sr. PGR :
- Qual a explicação que encontrou para essa imobilização de vários anos?
- Quem são os responsáveis e que medidas propõe para a sua punição?
É que me parece insufiente que declare tais coisas àcerca de Serviços que dependem de si e acrescente que ninguém está acima da Lei, excluindo-se a si próprio dessa subordinação:
Quanto ao respeito pela norma do Segredo de Justiça dá ideia que acaba de o enviar para o arquivo morto.
Ficamos a aguardar os próximos desenvolvimentos já que em ano de eleições não consta que esse instituto Jurídico melhore de saúde...
----
Este post foi publicado e depois foi mais tarde editado por mim; como não tenho satisfações a dar sobre os meus humores, até posso mudar de ideias um dia...
O Sartre é que dizia que, imóveis são as pedras.

3 comentários:

Bruno disse...

Meu caro, subscrevo!

Planetas - Bruno disse...

o comentário foi sem a devida referencia ao autor, ou seja eu!

Setora disse...

Espantei-me.
Só falta que defenda a existência de juízes de instrução.
Mova-se mesmo e avance.