terça-feira, agosto 09, 2011

Construam-se cadeias, coloquem grades nas portas e janelas, amplem os Tribunais e ponham a Polícia nas ruas!, parte 2 e seguintes

A Inglaterra, a pátria dos casamentos de princesas e da excelência da democracia "upon-Thames", transformada em zona de guerra, está a ferro e fogo, ateado pelas excelentes políticas que os grandes ideólogos do neo-neo-liberalismo, Nuno Crato, Miguel Relvas, Passos Coelho e os seus Banqueiros, desejam aplicar-nos abundantemente. Alguém que os avise que os excluídos (esse novo nome dado ao exército de trabalhadores, na reserva...), têm o péssimo hábito de se revoltar! Para evitar as dificuldades de "integração social" sentidas no UK, que tem as Cadeias cheias, de nada valendo a pena condenar os miúdos...,construam é mais cadeias, que as Escolas Nocturnas pós laborais e a Esc. Publica Inclusiva são tretas de gente de esquerda sem sentido do comércio do ensino...E pf não esqueçam os canhões de água na Irlanda do Norte...são excelentes alternativas à coesão social!
Ou é tudo isto culpa do Sócrates e da sua governação?

2 comentários:

Fernando Luís Januário disse...

Acho uma certa piada quando vêm sempre à baila os mesmos nomes e todos se esquecem dos nomes dos principais responsáveis. Nero mandou incendiar Roma. Todos os que vieram depois cometeram também os seus erros, sob uma cidade destruída pelas cinzas.É pena que só se lembrem dos "depois" porque este país tem vindo a arder em fogo lento, há já mais de 7 anos... Cerebrum, ajuda a resolver problemas de memória.

carol disse...

Pois! Mas lá na laboriosa Albion as pessoas (de esquerda e não só) têm tomates ao passo que nós... temos "medo de existir" - não é o que diz o José Gil?