sábado, dezembro 03, 2005

Ir às sortes


Se os jornais do Iraque, sob ocupação norteamericana, são diariamente pagos para produzirem notícias simpáticas ao invasor, quanto é que recebem esses jornalistas e comentadores portugueses para nos bombardearem com as vantagens da política do Bush?
E para apoiarem o envio de portugueses para tais aventuras?
Era só para lhes pedir um recibo para o IRS.
Depois fazem-se de vítimas quando perdem um dos botins de chincheiro.

2 comentários:

Sofocleto disse...

A CIA contempla no seu orçamento uma grossa maquia para propaganda em países estrangeiros. Penso que muitos dos nossos mais cotados jornalistas têm direito ao seu quinhão, merecido aliás.

Grand Vizir disse...

Irmão Sofocleto,
Mas também defendo isso mesmo: Eles merecem ser pagos pela permanente dedicação à causa do martírio das populaçõee e pela destruição completa do Iraque e do Afeganistão.
Apenas discordamos, acho eu, na dimensão da retribuição e na sua espécie...
Einxalá!