terça-feira, setembro 14, 2010

Passos Coelho na defensiva, metido na toca, mas de tocaia

PPC presenteou-nos, e aos seus adeptos, com um número de auto-justificação patética.
Vai ficar na estória.
Diz que nunca disse o que repetiu.
Explicou que se não perceberam, a culpa é das toxinas...
Traduziu, para estúpidos, as vantagens em que lhe preparem o terreno para quando for eleito - ele disse-o com todas as letras, poder governar e poder reformar a sociedade à imagem do liberalismo neo-neo-desbragado.
Ataca as despesas da solidariedade social, as da educação, as da saúde, explicando que quer melhor serviços...pagando claro!
Coesão social?
Solidariedade?
Oportunidades para um maior número do que os filhos das boas famílias?
Estamos perante o mais descarado populista de direita sem trambelho e cujo objectivi único é a conquista do poder mesmo que para isso tenha que enganar meio-mundo e vender banha da cobra.
Alguém se vai deixar enganar?

2 comentários:

Rogério Pereira disse...

Vai!
Como escrevi em tempos a estratégia é labirintica... Espero que Manuel Alegre a desmonte!

MFerrer disse...

Então aconselho que se sente!

O Manuel Alegre a desmontar o quê?
- Direito Constitucional?
- Economia?
- Finanças Públicas?
Sentemo-nos!