domingo, setembro 05, 2010

A verdadeira estória da chantagem contada às criancinhas

Era uma vez um senhor que decidiu entrar para a estória do inverosímil pela estreita porta da chantagem.
E que fez ele?
Primeiro assegurou-se de que tinha o poder de exigir coisas. Muitas coisas. Coisas que só ele mesmo imaginava poder exigir.
Depois, em inflamada oratória, passou dos pensamentos às palavras e zás!, ou fazem o que eu quero ou isto vai dar uma bernarda que eu nem sei!
Foi d'homem!
Foi lindo de ver e de ouvir. Encheu manchetes e engasgou comentadores, os mais impolutos.
Só não colheu o apoio dos destinatários das ameaças:
Os "queres ou morres", as "bolsas ou a vida", os "quem vinha lá?" foram atendidos como mereciam:
-Tenha lá tento homem, que isto não está para meninadas!,
- Olhe que quem brinca com o fogo acorda molhado, e coisas assim!
Ora o tal senhor que dá pelo nome de Passos Coelho, não é de levar desaforo para casa e, apesar de já meio abandonado pela companha, regressa aos palcos a queixar-se de ser vítima de quê? Imaginem lá! Da mais vil chantagem.
Tão a ver?
O catita faz ameaças, mostra o arsenal, declara guerra, sopra na zarabatana, entoa cântigos militares, invoca os deuses marciais e, no fim, declara-se vítima de chantagem e estou em crer que um dia destas até pede o respectivo resgate!
Pode não ganhar esta disputa, isso pode.
O que já ninguém lhe tira, é o penúltimo lugar na corrida...

2 comentários:

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Mferreramigo

Belo texto, sim senhor. Costumo dizer que nunca mais voltaria a fazer jornais e televisão, de tal modo estou em desacordo com as enormidades que por lá vicejam. Rádio, quiçá. Mas, de microfone aberto.

Também muitas vezes me interrogo se foi para termos coisas destas que andei a dar aulas em duas universidades; não valeu a pena, porque não foi isto que tentei transmitir. Ou, se calhar, falhei redondamente.

O artista, bem como o seu progenitor e inquilino de Belém, (que acha que é possível um entendimento para haver um Orçamento???) não têm estofo, muito menos estatura para estas jiga-jogas. Veremos o que isto vai dar...

Se quiseres fazer o favor de lá ir, aqui te deixo o convite para ires lá ao meu barraco e deixares cumentários, com o. Obrigado. E, já agora, torna-te meu (per)seguidor...

MFerrer disse...

Obrigado Henrique pela visita e pelo incentivo.
Vou passar a visitar o teu blog.
Qual é?