domingo, março 27, 2011

Descubra as diferenças entre um Político determinado e com um Programa e toda uma cáfila de camelos!

El Pais: "José Sócrates es un apasionado de las carreras de fondo. No es raro verle correr en un maratón en Portugal o en el extranjero. Sostienen los especialistas que el corredor de fondo requiere un cerebro y un cuerpo entrenados para resistir el cansancio y el dolor. Y una gran capacidad de lucha, obsesiva incluso, por alcanzar una meta. El personaje encaja a la perfección con el perfil del fondista. Su carrera política ha estado plagada de obstáculos que ha ido superando con una determinación fuera de lo común, dejando en el camino un reguero de enemigos dispuestos a pasarle factura. En sus horas bajas, el primer ministro portugués encara un doble desafío colosal: recuperar en las urnas la legitimidad para gobernar que le acaba de negar el Parlamento y lograr la recuperación económica de Portugal sin pedir ayuda externa. En una partida de póquer pocos apostarían a estas dos cartas. Pero este hombre nunca se da por vencido"

7 comentários:

Rogério Pereira disse...

"En una partida de póquer pocos apostarían a estas dos cartas. Pero este hombre nunca se da por vencido"

Experiência de casino?

aires disse...

Tenho admiração e orgulho neste homem

que felizmente resiste a maior vaga de ataques, presumo,

que um politico sofreu em Portugal.

e se ganhar,

ganha a Kavacu que, de ha 2 anos a esta parte, não faz outra coisa senão conspirar contra o governo e PM de portugal

com altos custos para o país

abraço

Ana Paula Fitas disse...

Caro MFerrer,
Faço link no próximo Leituras Cruzadas... já amanhã, claro :)
Abraço.

MFerrer disse...

Mas o que é facto é que contra ventos e marés, e disto vc sabe, eu percebo;-)), Sócrates é um esclarecido combatente pelas suas ideias. E elas são de taç ordem e tão fortes que a concorrência já desistiu deas combater. Tem agora uma nova estratégia, recuperada dos manuais de sobrevivência de ditadores e de eleições papais: A eliminação física do adversário!
O problema já nem é o PEC ou o raio que os parta, o problema chama-se Sócrates.
Regressamos à Grécia?
Cadê o cálice da cicuta?

MFerrer disse...

Faltou o destinatário do meu argumento:
É o meu preclaro amigo Rogério, como se poderia prever...

MFerrer disse...

An Apula, Cara Amiga,
É muito mais aquilo em que concordamos e especialmenet mais importante do que quaisquer discordâncias de percurso. Agora, com esta direita de cabeça perdida é cada vez mais importante sermos capazes de juntar forças e de "trazermos um amigo também!"
Cumprimentos!

MFerrer disse...

Estimado Aires,
O Homem é um achado e não é por acaso que se transformou no alvo principal de tanto lixo e de tanto receio.
É um excelente sinal, não achas?
Abraço