domingo, março 06, 2011

Nunca troquei uma dúvida por uma falsa amizade

Isto para dizer que todos os que ladram ao Kadahfi, e babam petrodólares, e são muitos, e por serem muitos, fazem-me desconfiar, eu que andei aos rebolões, eu que vi as Kalatchnicovs apontadas, as Pepetchas engatilhadas, as RPGs desarmadas, eu que vi as "bailarinas" em acção, que me fiz criador de galinhas para alimentar as populações abandonadas à sua sorte, eu, escolho sempre o lado do mais fraco, do que está a ser vítima do imperialismo e do desaforo do sionismo internacional e dos especuladores.
Sabiam? Há mesmo especuladores,! os que hoje compram todo o petróleo das bolsas para o revenderem amanhã com lucros fabulosos e sem mexerem um dedo!
( Palavra que não fui eu que os inventei!)
Também, os há que bombardeiam países e civis e que encolhem os ombros a todas as matanças dos seus amigos de ocasião. Há-os que nem se lembram da última vez que se lembraram da democracia no Uganda, no Malawi, que dormiram na mesma cama dos Duvalier, mas que exigem a demissão de alguém que não os grama, mas que tem petróleo...
Basta ver quantas armadas já foram enviadas para a Nigéria, a Libéria, para Moçambique, ou para Angola...
Ou para a Arábia Saudita onde reina a paz dos cemitérios, ou para a Jordânia e o Ruanda onde campeia a corrupção e o compadrio com Israel e os seus interesses.
Agora é o Kadafi?
Mas ainda ontem jantavam com ele !
Ainda ontem lhe abriam linhas de crédito! Contas alavancadas!
Haja um pouco de vergonha, ou então, desembarquem lá os marines e deixem-se de embustes.!
Onde está o relato dos massacres? Onde estão as vítimas da guerra civil? E quem são as que encontrarem?
Dispenso-me, por higiene pessoal, de fazer os links aos bens pensantes blogs da nossa esquerdinha que, se ouvisse um disparo de de um Katyusha, até faziam nas calcinhas...

2 comentários:

Rogério Pereira disse...

Assino por baixo, mesmo ignorando quem seja a nossa esquerdinha
e supondo que não seja a minha
que é afinal a tal
esquerda dita radical

MFerrer disse...

Excelente início de discussão.
Então sempre existe essa coisa da esquerda radical? Ou ainda subsiste?
As coisas que eu ainda tenho para aprender...
Confesso-me interessado.
Como é que é?
Abraço, que o Caranaval acaba já na quarta feira de cinzas...