sexta-feira, junho 04, 2010

A direita está certa. A esquerda ainda não percebeu...

Sobre o encerramento das escolas com menos de 21 alunos, temos sido brindados com bocejos, com indignações e com disparates a esmo.
Mas do que não posso deixar de rir e muito, é ver gente, que se diz pensante, a argumentar com o tempo que as crianças das aldeias teriam de perder para fazerem o percurso até à escola.
Dando de barato que não se devem fazer sacrifícios para obter melhores resultados..., ou que se pode comparar a formação, dada numa aldeia, por um professor que sobreviveu ao terramoto de 75, e aquela que é ministrada num novo centro Escolar, é um fartote de gozo lembrarmo-nos das horas que a maioria das crianças das cidades e dos dormitórios passam dentro dos carros dos pais nas intermináveis filas do trânsito...todos os santos dias da semana...
É ver só o que se passa no trânsito das nossas principais cidades logo que chegam as férias escolares...
Os autarcas que aparecem a fazer fretes aos PIDs ( programas de informação degradante), fazem uma tristíssima figura de reaccionários e de imbecis.
Só pergunto o que é que eles têm para oferecer, lá nas aldeias, aos alunos que terminem o 4º ano de escolaridade?
Pastar cabras e esperar ter idade para emigrar para os campos de batatas de Espanha?
Vivemos num país em que nem a esquerda entende quais são de facto os interesses das populações.
Ao contrário, a direita, sabe bem escolher os temas que levarão um dia à sua sociedade perfeita: A dos ricos generosos e dos pobres reconhecidos.

2 comentários:

T.Mike (Miguel Gomes Coelho) disse...

MFerrer,
como não podia deixar de ser estamos perfeitamente de acordo.
Um abraço.

MFerrer disse...

Mas, olhe Mike, olhe a quantidade de gente que pensa, mas que é levada pela torrente da desinformação!
Isto de da ofensiva da direita não é para desprezar. Nunca foi.
Obrigado pela visita.