segunda-feira, maio 24, 2010

À att. de Nuno Crato, de Medina Carreira e do impagável João Duque - 2

Vossas Senhorias têm-se desdobrado em esclarecimentos e não poucas recriminações sobre as malfeitorias do Governo de Sócrates.
Digamos que, em especial, em tudo.
Ora eu, que bebo da água das fontes, ando inquieto. Já pensei até que seria melhor, como têm sugerido, ir ao banco e levantar a massa.
Bastaria tê-la lá, não era?
Mas não. Tenho que me contentar com as insónias os outros.
Fui, foi tratar de ver onde poderia colocá-la, caso tivesse:
Espanha:
- Défice: 11,2%
- Desemprego: 20%, mais outros 10% da economia paralela
- Dívida Pública: 74,3% do PIB
- Medidas : Baixa geral dos salários públicos entre 0s 0,56 e os 7%; Altos cargos públicos entre os 8 e os 15%
- Congelamento de pensões
- Adiamento da maioria do investimento público
- Corte no cheque-bébé
- Redução na comparticipação de medicamentos
- Idem, da ajuda internacional, e vários benefícios sociais
- Sobre-taxa para grandes fortunas e rendimentos a ser ponderada pelo Governo
- Adiamento do plano de Obras Públicas, excepto TGV...
Grécia:
- Défice: 13,6%
- Dívida Pública: 113% do PIB ( caso o PIB esteja correctamente avaliado...)
Medidas:
- IVA de 21 para 23%
- Reduções até 15% dos salários da F. Pública e congelamento por 3 anos
- Reduções nas pensões
- Aumento generalizado de taxas sobre o alcool e o tabaco
- Reduções nos 13º,14º e 15º salários anuais...
- Adiamento de Obras Públicas
Reino-Unido:
- Défice: De 12,8% a 15% ( o valor real ainda é desconhecido...)
- Desemprego: 7,8%
- Dívida Pública: Superior a 60% do PIB =179.500 milhões de Euros, em 2009...
Medidas:
- Aumento generalizado dos impostos, alcool, tabaco, combustíveis, e corte nos benefgícios fiscais
- Redução de 5% nos salários da Função Pública
- Cortes em despesas correntes do Estado
- Um Orçamento de Emergência Nacional será anunciado em Junho...
- Novo imposto especial sobre a banca.
- Taxa de 50% para rendimentos superiores a 150.000 Libras...
Irlanda:
- Défice: 14,3%
- Desemprego: 12%
- Dívida Pública: 67,87% em 2009
Medidas:
- Já vai no terceiro plano de austeridade que se iniciou em 2008...
- Cortes nos salários da F. Pública até 15%
- Cortes nas prestações sociais em todas as áreas incluindo o subsídio de desemprego
- Manteve-se o IRC de 12% para as empresas
- Novo Imposto sobre a água...
Itália:
- Défice: 5,3 % do PIB
- Desemprego: 8,3 % mais uns tantos referentes à economia paralela existente no Sul...
- Dívida Pública: Aumentou mais de 15% só em 2009, e saltou para 115,2% do PIB
Medidas
- Orçamento de emergência em Junho
- Atrasar o direito à reforma pública
- Redução de subsídios de toda a espécie, incluindo o da natalidade
- Congelamento de admissões na F. Pública
- Combate à fraude e evasão fiscal...
França:
- Défice: 7,5%
- Desemprego: 10%
- Dívida Pública: 78,1 do PIB
Medidas.
- Obrigação Constitucional de Controlo do Défice
- Cumprimento rigoroso do PEC 2010
- Suspensão das medidas anti-crise adoptadas o ano passado
- Aumento da idade de reforma e reforma d etodo o sistema de pensões
- Possível redução de comparticipações sociais
- Taxação de rendimentos altos e das mais-valias bolsistas
Alemanha:
- Défice: 3,1%
- Desemprego: 8,6%
- Dívida Pública: 77,2% do PIB
Medidas:
- Redução de todas as despesas do Estado excepto na Educação
- Suspensão do plano liberal para redução de impostos
- Taxa especial de 45% para os maiores rendimentos
"Porque a Alemanha tem vivido há décadas acima das suas possibilidades", Angela Merkel

Olha se tivesse que decidir onde pôr o dinheiro! Tenho a certeza que Vossas Senhorias me iriam dizer o que fazer...

2 comentários:

T.Mike (Miguel Gomes Coelho) disse...

Elucidativo, MFERRER !
E um poste muito bem construído.Mas será que ainda haverá muita gente que lhes ligue alguma?
Liga a SIC porque Pacheco, porque Medina, porque Mário Crespo, porque, porque, porque...
Nem o Marcello se atreve a tanto...
Um abraço.

MFerrer disse...

Temos infelizmente razão, caro Mike, enquanto não houver uma Opinião Pública com capacidade, com formação e com discernimento próprios, estamos entregues aos bichos.
Talvez por isso, os esforços da direita e da esquerda irresponsável para evitar o desenvolvimento da Educação...
Obrigado pelo comentário.