segunda-feira, novembro 21, 2005

Olha, este atirou-se da prancha !

Campo de concentração do Tarrafal, ilha de Santiago, colónia de Cabo Verde, 1936. " Quem entra aquele portão perde todos os direitos", Manuel dos Reis - "Director" do campo
"As pessoas que não sabem História ainda

pensam que o Estado Novo foi uma ditadura."

Joaquim Veríssimo Serrão, membro da Comissão de Honra de Cavaco Silva

Pelos vistos não foi uma ditadura para todos:
Sobraram os beneficiados do regime, os torcionários, os juizes dos tribunais plenários e os que fizeram fortuna com o colonialismo.
Parece que os seus descendentes e "teóricos"estão de volta, e prontos a vingarem-se da liberdade de que agora gozam.

2 comentários:

flor disse...

Os que pensam e descaradamente dizem que o Estado Novo não foi uma ditadura foram aqueles que se deram bem com a estória.

Infelizmente, não têm vergonha nenhuma! Infelizmente, não há quem os faça realmente pagar...

MF disse...

Agora carregam camiões cheios de semi-analfabetos, por esse país fora e fazem prossições em Lisboa com bonecas em andores!
São os mesmos que beneficiaram com o fascismo e que ressurgem nesta democracia sem memória!
Abraço