sexta-feira, dezembro 05, 2008

Última Hora! Mário Nogueira é um mentiroso irresponsável- Comunicado do Ministério da Educação

ÚLTIMA HORA

Com os olhos esbugalhados pelo seu próprio desespero, Mário Nogueira veio aos gulosos tele-jornais dar conta de um baixar da guarda por parte do MEducação.

Veio contar que tinha desmarcado as greves regionais visto que o ME teria entregue os pontos e aceitado colocar sobre a mesa de negociações tudo e mais alguma cloisa.

Mário Nogueira foi longe demais e declarou expressamente que o Ministério teria mesmo aceite discutir com a Plataforma, o Estatuto da Carreira Docente a par de, pelos vistos, poder até suspender a Avaliação dos professores.

Nada mais falso!

Estou em condições de avançar que o ME acaba de fazer sair um comunicado esclarecedor.

COMUNICADO DO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
21:00h, 5 de Dezembro de 2008

1 – Chegou hoje ao fim o processo de negociação das medidas tomadas pelo Governo no dia 20 de Novembro para facilitar a avaliação do desempenho dos professores.
2 – Os sindicatos, neste processo, não apresentaram qualquer alternativa ou pedido de negociação suplementar, pelo que o ME dá por concluídas as negociações, prosseguindo a aprovação dos respectivos instrumentos legais.
3 – O ME, mantendo a abertura de sempre, respondeu positivamente à vontade dos sindicatos, expressa publicamente, de realização de uma reunião sem pré-condições, isto é, sem exigência de suspensão da avaliação até aqui colocada pelos sindicatos. Foi por isso agendada uma reunião para o dia 15 de Dezembro, com agenda aberta.
4 – Os sindicatos foram informados que o ME não suspenderá a avaliação de desempenho que prossegue em todas as escolas nos termos em que tem vindo a ser desenvolvida.

A falta de vergonha e o oportunismo não têm limites!
Mas em que mãos se foram meter estes professores...

7 comentários:

Francisco Clamote disse...

Tomei a liberdade de transcrever no meu blogue o comunicado que aqui deu a conhecer, com link para o "HOMEM AO MAR!". Os meus agradecimentos postecipados e o meu pedido de desculpa, que espero aceite. Cumprimentos.

xicoriasexicoracoes disse...

Politiquices!! :-|

Abraço!

Anti PS Neoliberal disse...

Diga-me, por favor, onde saiu este comunicado, já vasculhei toda a imprensa o site do ME e nada encontrei.

Planetas - Bruno disse...

Touchet!!

Xupa disse...

Eu também agradeço que nos presenteie com esta sua cruzada contra os professores. Admito que possa haver maus professores (e mal formados), maus sindicalistas (e mal formados), maus bloguistas (e mal formados). Mas, à falta de melhor juízo , não vejo outra solução do que considerar que a maioria é competente. Caso contrário, e como não o conheço de parte alguma, posso lançar para o ar que os trinta e tal anos que diz que trabalhou foram um embuste. Onde estão as estatísticas da OCDE para provar o contrário - serão necessárias? Mas não o vou fazer porque não o conheço de parte alguma, repito. Na minha profissão lido tanto com professores como com aldrabões (e outras "profissões", claro), mas sei os seus nomes. O senhor sabe os nomes de todos que insinua serem um peso insuportável no paraíso onde só não vive por causa da avaliação dos professores? Tem a certeza que pode generalizar? Duvido... A não ser... a não ser que seja professor. Não me parece. Modere-se então.
Já agora, e porque diz o que lhe apetece, com a legitimidade do impessoal da www, porque precisa de autorizar os comentários ao seu blogue? Democracia, ahn?

Francisco disse...

MFerrer

Acho graça a este BOMBÁSTICO "Ultima Hora" como se fosse alguma coisa a que os professores não estivessem habituados.
Esse "Comunicado" já todos os professores receberam nos seus emails, coisa portanto que, de "última hora" nada tem pois é mais que conhecido e NADA de NADA traz de novo.
Já conhecemos os TRUQUES deste Ministério. Nem ligo, NEM QUERO SABER o que ele para lá diz. NÃO TEM QUALQUER INTERESSE !!!!!!!!!!

Mas recupero a sua preocupação quando diz "em que mãos se foram meter estes professores".
Tem toda a razão.
Uma ministra que diz que não muda nada, depois diz que afinal já é um modelo muito burocratizado e com erros grosseiros, depois "simplifica" - diz ela - não sei quantas vezes, depois acha que essa simplicação se pode manter por não sei quantos anos e depois vem, finalmente, sem vergonha naquela cara (a Odete Santos chamou-lhe trombas, não sei se sabe) dizer que SUBSTITUI ESTE MODELO por OUTRO no próximo ano porque este não presta mas ... IMAGINE-SE ... para este ano fica este ... é mesmo de QUEM NÃO VALE A PONTA DE UM ... chavo, para ficar por aqui.
Um capricho, uma BIRRA de quem está atarantada e não sabe o que quer.
Faz lembrar os miúdos da escola primária quando, não lhe reconhecem qualquer jeito, capacidade e valor para jogar à bola no recreio, argumentam com um categórico: "a bola é minha".
Que lhe faça bom proveito.
Tem toda a razão, OBRIGADO:
"em que mãos se foram meter estes professores".

Por mim, com ESTE MODELO, digo-lhe já que NÂO SEREI AVALIADO, NEM QUE CHOVAM PICARETAS.
COMIGO, "a dona da bola", ou não joga ou vai jogar sózinha.

Ah ... Não sou sindicalizado, aceito os sindicatos "q.b." não sou comunista e como professor, votar no PS ... JAMÉ.

MFerrer disse...

Anti PS,
Embora eu não tenha qq obrigação de o informar, mas atendendo à hopra difícil que os professores possam estar a passar, aqui fica uma "direcção", que está 50m atrasada em relação ao meu tombadilho...:
"Esclarecimento - Avaliação de desempenho‏
De:
DGRHE.MEducacao@dgrhe.min-edu.pt
Enviada:
sexta-feira, 5 de dezembro de 2008 21:46:57
Para:
Esclarecimento 1 - Chegou hoje ao fim o processo de negociação das medidas tomadas pelo Governo no dia 20 de Novembro para facilitar a avaliação do desempenho dos professores. 2 - Os sindicatos neste processo não apresentaram qualquer alternativa ou pedido de negociação suplementar, pelo que o Ministério da Educação (ME) dá por concluídas as negociações, prosseguindo a aprovação dos respectivos instrumentos legais. 3 - O ME, mantendo a abertura de sempre, que já conduzira ao Memorando de Entendimento com a plataforma sindical (ver infra), respondeu positivamente à vontade dos sindicatos, expressa publicamente, de realização de uma reunião sem pré-condições, isto é, sem exigência de suspensão da avaliação até aqui colocada pelos sindicatos. Foi por isso agendada uma reunião para o dia 15 de Dezembro, com agenda aberta. 4 - Os sindicatos foram informados que o ME não suspenderá a avaliação de desempenho, que prossegue em todas as escolas nos termos em que tem vindo a ser desenvolvida. Informação complementar 1 - "Uma avaliação séria melhorará a escola" - discurso da ministra Maria de Lurdes Rodrigues, na Assembleia da República, em debate sobre a avaliação de desempenho, em http://www.min-edu.pt/np3/2923.html. 2 - Notas sobre um modelo de avaliação que protege os professores, em http://www.min-edu.pt/np3/np3/2905.html. 3 - Dossier Avaliação do Desempenho Docente, em http://www.min-edu.pt/np3/193. 4 - Memorando de Entendimento entre o Ministério da Educação e os sindicatos em http://www.min-edu.pt/np3/1900.html. Lisboa, 05 de Dezembro de 2008.
Saúde